FacebookTwitteryoutubeSlideshareAPP
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Sede da APFF - Porto da Figueira da Foz

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #3

Sobrevoando o Porto da Figueira da Foz #2

Porto da Figueira da Foz em movimento #1

Porto da Figueira da Foz em movimento #2

Porto da Figueira da Foz #Crepúsculo [VÍDEO-FOTO]

Inauguração do Prolongamento do Molhe Norte do Porto da Figueira da Foz (5)

Regata dos Portos do Centro 2011 - Figueira da Foz (2)

Assinatura do contrato de concessão dos Estaleiros Navais do Mondego - José Luís Cacho

Dia Mundial do Mar na Figueira da Foz - 2010 (6)


METEO
Tempo Figueira da Foz
TWITTER
LINKS




FOTOS

 «Sta. Maria Manuela» na Figueira da Foz

«Sta. Maria Manuela» na Figueira da Foz
SLIDESHOW



FIGUEIRA DA FOZ
Obras para melhorar o porto, a acessibilidade e segurança marítimas

 Com o estudo de impacto ambiental efectuado e a aguardar “luz verde”, o ano de 2020 poderá ser fundamental para o Porto da Figueira da Foz. O projecto da Administração do Porto (APFF) e da Comunidade Portuária (CP) foi submetido ao programa “Compete”, com um valor de quase 19 milhões de euros. Prevê investimentos «não só no aumento das condições de acessibilidade e aprofundamento do canal de navegação (passando dos 6,5 metros de calado para os 8 e de navios até 120 metros de comprimento para os 140), mas também nas bacias de manobra» e ainda em terra, com um «conjunto de obras nas infra-estruturas ligadas à adaptação do cais comercial e um reforço em toda a sua extensão, permitindo uma melhor atracação do novo escalão de navios preconizados pelo projecto». Ou seja, «para os operadores é uma boa notícia, porque a forma de melhor rentabilizarem as suas operações, estará alicerçada neste projecto».

A convicção é da Presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro e Figueira da Foz, que sublinha que o protocolo foi assinado em Setembro, que o financiamento comunitário (POSEUR) cobrirá 75% do investimento e a restante verba será comparticipada pela APFF, pela Comunidade Portuária e pelos operadores. «É uma parceria em que há uma alavancagem substancial da nossa parte e um compromisso de investimento da parte dos operadores», adianta Fátima Lopes Alves, frisando que o projecto prevê dragagens (a retirada de três milhões de metros cúbicos de areia), o aprofundamento do canal e da bacia de manobras e o reforço das plataformas do cais».

mais detalhes




Data: 2019-11-01

feed
mapa